21/12/2009

" Desolação "


"Desolação "


Na profunda tristeza deste instante,

em que o irremediável

abalou a minha sorte,

na certeza de que te ausentaste definitivamente,

- eu pensei pela primeira vez na morte ...

Tudo desapareceu aos meus olhos atônitos

e eu me senti sozinho...

- já não há finalidade na minha criação

nem desejo na minha vida...

Só não abro em meu peito o coração, e o ponho na lapela

como rubra papoula em flor,

- porque sei que ainda te encontras dentro dele,

e nem mesmo a tua lembrança eu ousaria ferir

oh! meu amor!


(Poema de J. G. de Araújo Jorge,

do livroEterno Motivo)
Foto: Liz Guides

2 comentários:

Usuale disse...

Oi! Tem um site muito bacana que possui mais de 50.000 acessos ao dia e fazem parceria com blogs/sites, vale a pena! Eu já fiz o meu!Só lembrando que você tem que como se trata de uma parceria você tem que colocar o selo deles também no seu blog/site também que você pode pegá lo no mesmo link abaixo!Senão você não receberá acessos!

Aí vai o link: http://www.guiademulher.com.br/enviar_blog.php

Feliz Natal!

Leda Lucas disse...

Linda imagem! E o poema traduz sentimentos de um grande e ardente amor...